O urso britânico favorito de todos com a primeira prévia de seu terceiro filme. Neste primeiro trailer, Paddington in Peru (ainda sem título em português) traz, além do urso, o destaque para Antonio Banderas.

Sete anos depois de Paddington 2, o urso que adora marmelada já tem data para voltar. O terceiro filme está previsto para ser lançado em janeiro de 2025, nos Estados Unidos. Mas dois meses antes chegará aos cinemas do Reino Unido, em novembro de 2024. No Brasil ainda não há informação de lançamento, porém deve acompanhar a previsão norte-americana.

Trailer e enredo

Ative as legendas automáticas para a língua portuguesa.

"Paddington retorna ao Peru para visitar sua amada tia Lucy, que agora reside no Lar para Ursos Aposentados. Com a família Brown a reboque, uma aventura emocionante acontece quando um mistério os mergulha em uma jornada inesperada pela floresta amazônica e até os picos das montanhas do Peru."

Quem chega e quem sai

Além de Antonio Banderas, o trailer mostra Paddington voltando para o país sul-americano onde nasceu. Uma viagem ao lado de sua família adotiva londrina. No local, conhecem vários novos personagens, incluindo a freira vilã de Olivia Colman (que leva os ursos aposentados para casa) e o fanfarrão capitão do barco de Antonio Banderas.

Hugh Bonneville retorna como Sr. Brown. Já, desta vez, a Sra. Brown será interpretada por Emily Mortimer (Sally Hawkins decidiu deixar a franquia após dois filmes). Julie Walters volta a se colocar no lugar da Sra. Bird e Imelda Staunton novamente dá voz à tia Lucy.

"O primeiro filme nos deu um pouco de informação sobre a origem de Paddington e como ele encontrou sua casa em Londres, e na segunda história ele quase perde aquela casa, mas ao fazer isso ele consolida sua comunidade em Londres e também descobrimos um um pouco mais sobre as origens de Paddington e como ele foi resgatado", disse o diretor Dougal Wilson.

"Portanto, faltam muitas informações sobre o que acontece antes disso e pensamos que para o terceiro filme seria muito apropriado que ele voltasse ao Peru, mas desta vez levando seus amigos e a comunidade de Londres com ele e tendo uma aventura lá e, ao fazer isso, que preencha algumas das peças que faltam."

Os dois primeiros filmes da trilogia, ambos dirigidos por Paul King (que mais tarde dirigiu Wonka), arrecadaram mais de US$ 500 milhões de bilheteria global.